GNR Operação “Ano Novo” – Dados Provisórios

0
72

No período de 28 de dezembro até às 08:00 horas de hoje, 2 de janeiro, no âmbito da Operação “Ano Novo”, a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou os seguintes dados operacionais, em resultado das ações desencadeadas pelos mais de 3000 militares que, diariamente, estão empenhados no patrulhamento rodoviário e na prestação de auxílio aos condutores, para que estes cheguem aos seus locais de destino em segurança:

33 908 condutores fiscalizados, dos quais, 940 conduziam com excesso de álcool e, destes, 311 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram ainda detidas 76 pessoas por conduzirem sem habilitação legal;

Das 8 592 contra ordenações rodoviárias detetadas, destacam-se:

  • 3 253 por excesso de velocidade;
  • 446 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 370 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 283 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização;
  • 240 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 216 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

A GNR, até ao final da próxima quarta-feira, dia 2 de janeiro, irá intensificar o patrulhamento rodoviário nas vias de maior tráfego nesta altura do ano, com o objetivo de prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, no sentido de lhes proporcionar uma deslocação em segurança.

Neste período os militares estarão particularmente atentos às deslocações para e dos locais de diversão e de grande concentração de pessoas – os quais, devido às celebrações da passagem de ano, são muitas vezes associados ao cometimento de alguns excessos, o que poderá potenciar a ocorrência de acidentes e consequente sinistralidade grave –, no intuito de evitar comportamentos de risco por parte de condutores de veículos.

Fonte: GNR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here